Processo seletivo: aumente as suas chances na entrevista de emprego

Entrevista de emprego: a etapa mais temida no processo seletivo.

Ah… A relação de amor e ódio com as entrevistas de emprego: quando é agendada é só comemoração, quando chega no dia é só nervosismo.

Esse é o momento decisivo para ambos os participantes. De um lado, a Pessoa Jurídica, que quer descobrir se o entrevistado é o candidato ideal para a vaga. Do outro, a Pessoa Física, que, na maioria das vezes, só quer um emprego.

Neste artigo queremos revelar hacks para eliminar o nervosismo na entrevista de emprego. Estratégias essas que podem ser úteis para você conseguir o job dos seus sonhos.

Como fez o Gian.

Você está acompanhando a história do nosso amigo, que deixou um trabalho estável e duradouro, para se aventurar numa empresa maior, com mais perspectiva de subir na carreira de Engenheiro Mecânico.

No primeiro texto da série Processo Seletivo, conversamos sobre a construção de um currículo vencedor, passo inicial de aplicação do nosso personagem à uma vaga de estágio na Brunning Tecnometal.

A entrevista na Brunning

Depois de enviar o currículo e uma longa espera de duas semanas, o Gian recebeu a notícia que teria passado para a próxima etapa do processo seletivo.

A alegria logo se transformou em tensão quando se deu conta que havia anos que ele não passava por uma entrevista de emprego. E é aqui que as dicas do nosso editor-chefe, Germano Ferreira, entram novamente.

O candidato enviou uma mensagem pedindo dicas do que fazer nessa situação. Afinal, não seria uma simples conversa com um recrutador do RH; O papo era com os gestores da empresa!

Processo Seletivo: aumente as suas chances na entrevista de emprego
A temida entrevista de emprego! Photo by Steve Halama on Unsplash.

Estratégias de preparação para uma entrevista de emprego

As dicas dadas ao Gian foram às pressas e básicas, mas funcionaram. Por isso abra a sua mente que aqui vão técnicas (detalhadas e ampliadas) de como se planejar para esta etapa do recrutamento.

Conhecendo a si mesmo

Lembra das perguntas que fizemos no primeiro texto, que seriam necessárias utilizar as suas respostas no futuro? O momento chegou.

Ao responder aquelas oito questões você praticou o processo de autoconhecimento e agora sabe quais são os seus objetivos a curto e longo prazo e que habilidades e fraquezas você possui.

Além disso, para a entrevista de emprego é preciso saber quais os valores você mais respeita. São eles que guiam as suas atitudes, que fazem você ficar feliz ou chateado com a sociedade e consigo mesmo.

Anote cada um desses pontos em um bloco de notas e fixe-os na sua memória para ter as respostas na ponta da língua.

Conhecendo a empresa

Processo Seletivo: aumente as suas chances na entrevista de emprego
Procure informações do empregador nas redes. Photo by Glen Carrie on Unsplash.

O próximo exercício é conhecer um pouco mais da empresa.

Estude a sua história, os números e fatos que marcaram a trajetória corporativa e quais resultados eles têm orgulho de apresentar. Dessa forma você terá conteúdo para apresentar e mostrará que está interessado e acompanha o desenvolvimento da companhia.

Assim como você deve entender onde a empresa quer chegar, então você terá margem para refletir sobre como as suas habilidades podem ajudar a empresa a obter esses objetivos.

Procure também saber qual a missão e os valores que guiam a corporação na sociedade. Medite um pouco sobre essas informações e conecte os seus valores com os da empresa, assim o entrevistador entende que o casamento poderá funcionar.

Conhecendo a vaga

E agora, que tal entender um pouco sobre a vaga? Descubra se você se encaixa nos requisitos, porque ela é interessante para a sua vida pessoal e como ela irá te ajudar a alcançar os seus objetivos profissionais.

Feito esses três exercícios, você terá as respostas para as perguntas mais comuns em entrevistas de emprego:

  1. Quais os seus planos para o futuro? Como a empresa e o cargo irão te ajudar a alcançar os seus sonhos?
  2. Que habilidades você tem para desempenhar a função? Elas são compatíveis com o nível exigido pela empresa? Qual a sua experiência que comprova essas virtudes?
  3. E as suas fraquezas? Você as controla? É possível melhorar? Como? Por que você precisa melhorar?
  4. Por que você é o melhor candidato para esta vaga?

Preparado? Então chegou a hora de responder essas perguntas e encarar os recrutadores!

O grande momento do processo seletivo

Por mais que você tenha se preparado, o nervosismo sempre aparece, mesmo que mínimo. Mas é importante reduzir a ansiedade para se mostrar mais confiante e passar tanto profissionalismo, quanto segurança.

Traje

Aumente as suas chances na entrevista de emprego com essa dica de traje
Photo by Andrea Natali on Unsplash.

Sempre use calças! Não importa o sexo, o clima e a função pretendida. Bermuda pode demonstrar desleixo e muita informalidade.

Adeque-se a comunicação da empresa. Usar uma camisa social para um entrevista em uma agência de publicidade ou um hostel, por exemplo, pode soar ultrapassado e contrastar com a criatividade e o dinamismo do mercado.

Já em uma vaga para executivo em uma multinacional, vestir uma roupa formal deve ser obrigatório.

Utilize o bom senso e, se achar necessário, pesquise sobre a empresa e converse sobre isso com atuais funcionários.

Linguagem corporal

Olhe no olho da pessoa sempre que possível. Tendemos a olhar nos olhos quando estamos escutando, mas olhar para baixo ou para cima quando estamos respondendo. Treine o olho no olho com seus conhecidos.

O cumprimento também deve ser adequado ao ambiente da empresa, aperte a mão com confiança se o entrevistador oferecer a mão, abrace se o entrevistador abraçar (acontece).

A dica aqui é: espere a iniciativa do recrutador.

Durante a entrevista:

  • Evite balançar demais a perna, esfregar as mãos e mudar de posição toda hora;
  • Não cruze os braços;
  • Mantenha uma postura ereta, sem desleixo; e
  • Nada de roer as unhas!

Precisamos falar do tom de voz? Respire pra falar, fale sem pressa, porém sem muita calma. Não temos todo o tempo do mundo!

Tonya Reiman, autora do livro “O Poder da Linguagem Corporal”, endossa essas sugestões e adiciona algumas aqui para você ficar de olho.

Participando ativamente da conversa

Depois de todas as dicas acima não poderíamos terminar este texto sem as seguintes sugestões:

  • Se você está no processo só pelo dinheiro, nem apareça para a entrevista;
  • Seja criativo e dê respostas completas. Quanto mais conteúdo relevante você tiver, melhor;
  • Perfeccionismo não é fraqueza;
  • Demonstre interesse pelo empregador no momento que o entrevistador te der uma brecha. Questione a informação que quiser saber se você não encontrou previamente nos canais da companhia;
  • Não precisa perguntar sobre salário, uma hora a informação vem. Segura a ansiedade;
  • Procure entender os valores e o clima organizacional da empresa, genuinamente, para checar se a oportunidade continua sendo interessante. Essa dica pode salvar você de um decepção lá na frente; e
  • Não faça piadas demais, mas também não seja mau-humorado. Equilíbrio é tudo.

Não falamos que eram dicas importantes?

Esperamos que este texto realmente te ajude a passar pela etapa do processo seletivo. Essas dicas são ouro? São! Mas não são tudo.

Às vezes esbarramos na questão do perfil do candidato ou a empresa efetivamente encontra alguém mais qualificado para ocupar a posição. Por isso não se martirize. Uma eliminação muitas vezes pode ser um teste da instituição para colocar o seu interesse em cheque.

O fato é que você precisa acreditar no processo e estar preparado. Na pior das hipóteses você vai sair de um processo seletivo com algum aprendizado.

Sucesso na sua entrevista de emprego!
Sucesso na entrevista!
Photo by Charles 🇵🇭 on Unsplash

Até aqui nós relembramos a história do Gian, nos conhecemos melhor e entendemos que precisamos buscar uma conexão entre candidato, vaga e empresa. Revimos dicas de vestimenta, comportamento e ações-chave que podem te levar ao sucesso numa entrevista de emprego.

Se você gostou do que leu, compartilhe com os seus amigos e indique a leitura para aquele conhecido que vai gostar de saber como pode ser um postulante à altura para seleções futuras.

No último texto da série Processos Seletivos nós vamos conhecer o desfecho da história, como conseguir a tão sonhada vaga dos sonhos e como realizar uma apresentação vitoriosa.

Publicado por Germano Ferreira

Editor-chefe

5 comentários em “Processo seletivo: aumente as suas chances na entrevista de emprego

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: