A vida do trabalhador home office

A vida do trabalhados home office

A liberdade para trabalhar onde quiser tem seus altos e baixos, afinal, ao mesmo tempo que algumas pessoas se tornam mais produtivas, outras simplesmente não conseguem render em casa.

E se consegue render, a principal dificuldade será conquistar o respeito pelo seu horário e local de trabalho, não é mesmo?

O portal marketingnolinkedin.com acredita que todo mundo é capaz de desenvolver disciplina e se tornar mais produtivo trabalhando como home office. Assim como ter respeito pelo seu espaço laboral; Basta um pouquinho de autoconhecimento, autocontrole e pulso firme.

Nós entrevistamos a Flávia Cunha (jornalista e produtora cultural), a Raquel Ferreira dos Santos (designer) e a Eni Ambiel Pires (consultora de gestão de pessoas). Profissionais que exercem suas funções fora do escritório formal e descobrimos os prós e os contras, as estratégias para melhorar a performance e como é o expediente de cada um. Confira!

O que é trabalho home office?

Home office não significa exercer a sua atividade profissional exclusivamente em casa, mas poder optar pelo local de trabalho. A Eni é um exemplo da liberdade por escolher o seu local de trabalho: ela montou um escritório anexo ao domicílio, mas com entrada independente.

Trabalhar home office significa escolher montar uma estação de trabalho em casa (ou anexo à) e ter a liberdade para ir até um coworking, café, shopping e abrir o seu notebook para produzir ali mesmo.

Inclui-se a esses trabalhadores quem é freelancer, empresário ou, até mesmo, os colaboradores com carteira assinada.

A última Reforma Trabalhista possibilitou que as empresas adotassem a prestação de serviço, de maneira legal, sem a necessidade de bater o ponto, facilitando agregar o benefício ao assalariado.

O que virou tendência no Brasil, antes mesmo da pandemia!

As empresas estão cada vez mais optando por essa forma de trabalho para atrair mais talentos e diminuir o seu custo fixo. Afinal, para que manter um escritório se o trabalho pode ser desempenhado remotamente?

As pesquisas indicam que nos últimos três anos pré-pandemia aumentou-se em 47% o número de funcionários que recebem este privilégio, tornando o Brasil o terceiro país no mundo que mais adota esse método.

Vantagens: os motivos para trabalhar de casa

Para muitos, escolher se quer trabalhar das Filipinas ou dos Estados Unidos é um sonho de consumo. Para outros, o que importa é produzir ao máximo ou ter controle da sua rotina.

Enquanto alguns têm as suas próprias manias e rituais que devem ser seguidos para que a inspiração e a produção ocorra.

autor que vos escreve, particularmente, ama fazer o seu próprio café, já que o café dos outros sempre vai ter um gostinho mais amargo ou mais fraco. Vai ter o colega que queima o grão do café e o que deixa o pó do café cair dentro do bule.

“Em casa, tenho liberdade para trabalhar no horário que precisar e isso é importante nas atividades que exerço.”

Flávia Cunha

As nossas entrevistadas concordam em algumas vantagens de trabalhar em casa, como evitar o trânsito, ter liberdade de horário e se tornar mais produtivo.

“Não dá pra controlar quando a inspiração vai chegar, e ter a liberdade de poder trabalhar até mais tarde e no dia seguinte não precisar ‘bater cartão’ é maravilhoso.”

Raquel Ferreira dos Santos

E quando falamos de produtividade, falamos também de maior tempo para estudar e se capacitar. Ou seja, trocar o tempo perdido no trânsito por cursos online, por exemplo.

Já a diferença fundamental para a Eni é a possibilidade de acompanhar o crescimento do filho:

“O que me motivou a trabalhar dessa forma foi ter um filho pequeno, na época que iniciei.”

Eni Ambiel Pires

Nota-se que a qualidade de vida é o objetivo #1 das pessoas que optam por trabalhar fora do escritório tradicional. Entre os fatores mais comuns para a melhora na qualidade de vida estão:

  • Não pegar trânsito;
  • Evitar distrações corriqueiras de escritório (papo-furado, telefone tocando e visitas inesperadas);
  • Escolher o horário em que se produz mais e melhor;
  • Dedicar mais tempo aos filhos ou ao pet; e
  • Comodidade e praticidade do lar.

Apesar de todas estas mordomias, existem algumas desvantagens do trabalho home office que pode fazer você desistir de embarcar nessa. Vamos a elas?

As famigeradas dificuldades de ser home office

Por que a vida não pode ser a Disney, 24/7, não é mesmo?

Além de muito amor pela liberdade na profissão, houve muita reclamação por parte das entrevistadas… Muitas vezes do maridão…

Disciplina, foco e autocontrole

Poder escolher quando e onde trabalhar pode ser um mar de rosas… Até a cama te olhar de um jeitinho diferente, o WhatsApp ficar apitando toda hora e a geladeira ficar te chamando.

Em casa a rotina pode ser muito difícil quando você tem o costume de protelar ou não tem o chefe no seu cangote. Se você sofre de déficit de atenção ou algum distúrbio pior, então talvez essa não seja a melhor estratégia para você aproveitar melhor o seu tempo.

A nossa consultora de gestão de pessoas e coach de carreira, Eni Ambiel Pires, comentou esta dificuldade e deu uma aula de como você pode se tornar produtivo sem a pressão do local de trabalho formal:

” É preciso disciplina para se concentrar e evitar dispersar em atividades da casa e da família. Para isso utilizo a agenda e boa gestão do tempo a fim de ser produtiva.

Estabeleço períodos na semana para atividades externas como banco, compras, visitas a clientes. E outros períodos para os cuidados da casa e atenção à família. Via de regra funciona, mas confesso que há períodos de stress por ter as funções e papéis misturados. “

Eni Ambiel Pires

O portal marketingnolinkedin.com também tem algumas dicas de como se tornar mais produtivo:

  1. É importante que você se conheça muito bem. Se você não consegue se separar das redes sociais, olhe e revise todas as notificações e dedique bastante tempo para torrar a sua paciência com as redes antes de iniciar a sua jornada, assim você evita interromper a tarefa;
  2. Fuja das notificações, se funcionar melhor pra você: feche todas as abas do seu navegador, utilize a tecla F11, mude as configurações de notificações do seu celular e aprenda a viver sem o Facebook ou o Twitter por algumas horas; e
  3. Se você regula melhor à noite, não tente forçar o seu cérebro de manhã. Se organize para trabalhar no horário que o seu corpo rende.

Violação do seu horário e local de trabalho

Beleza! Você conseguiu o benefício de atuar como home office e finalmente se sente focado, mas aí vem o gato e se senta no teclado, o maridão chega da firma cheio de vontade pra papear e o filho resolve encher de carrinho a mesa do seu escritório.

“Meu marido não entende a necessidade que tenho de silêncio e privacidade quando estou escrevendo e revisando textos, duas tarefas que exigem concentração e foco.”

Flávia Cunha

Companheiro(a) e colega de quarto

Adultos tendem a buscar o seu espaço no relacionamento e se sentem traídos quando alguém dá prioridade ao trabalho ao invés da sua companhia.

Dizer que é preciso trabalhar em determinado horário e não dar atenção a um adulto, soa como um insulto, um ataque à sua pessoa.

Companheiros e colegas de quarto: relaxem!

O profissional home office não está brabo contigo e, com certeza, não quer te insultar.

Muito pelo contrário, nós queremos te dar atenção, mas a agenda foi programada para a atividade profissional acontecer neste horário, porque é o horário que se melhor executa. Não torne esta decisão ainda mais dolorosa.

A Raquel nos deu algumas dicas do que é possível fazer para não prejudicar a relação ou o trabalho, e buscar um equilíbrio:

“Acredito que tudo depende de uma boa conversa para impor alguns limites e deixar claro quais são as suas necessidades. Se você compartilhar, explicar a sua rotina, pedir opinião (já que você não tem os amigos de trabalho o tempo todo disponível), a família acaba entendendo e com o tempo tudo flui muito melhor. “

Raquel Ferreira dos Santos

Outra reclamação comum é a dificuldade de fazer as pessoas entenderem que você não é um desocupado, mas que, sim, tem uma rotina totalmente diferente.

Esse tipo de julgamento acontece em situações de estresse, onde aquele que trabalha em horário comercial, fora de casa, não consegue entender que o seu companheiro ou colega de quarto também precisa seguir um cronograma. A partir disso, por exemplo, vem a cobrança de tarefas domésticas que poderiam ser feitas pelo home office, porque… “já que está por casa, mesmo.

“As pessoas ao redor acreditam que você está disponível o tempo todo por estar em casa. Então elas têm o hábito de querer agendar compromissos no horário comercial com a desculpa que é só uma ‘passadinha’ e não vai me atrapalhar, mas atrapalha sim.”

Raquel Ferreira dos Santos

Aqui vale a mesma atitude que a nossa designer comentou anteriormente: é preciso impor limites!

Pet

Os bichanos e cachorros já são mais difíceis de se impor limites, pois eles não tem a mesma capacidade do humano para entender que aquele é o seu momento de inspiração.

Por isso é você que precisa se adaptar à rotina deles!

A Raquel também compartilhou os seus métodos para lidar bem com a relação humano x pet:

“O segredo para conviver bem com pets é uma rotina bem delimitada e que supra as necessidades de atenção que eles têm. Mas como nem tudo são flores as vezes eu furo, aí sobra para o marido levá-la pra passear a noite.”

Raquel Ferreira dos Santos

É preciso paciência! Quando se consegue entrar em harmonia, dono e bicho de estimação se contentam com a sua relação, alinham as suas próprias rotinas e depois fica impossível viver sem o outro.

Crianças

É aqui que a situação complica. Os filhos não têm a mesma facilidade de compreensão do seu trabalho como têm os adultos.

Além do mais, os filhos demandam muito mais atenção que os animais de estimação.

Deixar de ficar com o filho para trabalhar pode partir o coração, mas é essencial para a saúde mental dos pais.

Por isso é fundamental que haja limites e educação, assim como um tempo de folga dos pais para conseguirem se concentrar na sua carreira. É uma relação complexa que precisa de muito tato, cabeça e paciência para lidar.

Se tiver passando por dificuldades peça ajuda da família e de profissionais capacitados para te auxiliar nestes momentos, como um educador ou um psicólogo.

Falta de equipamentos

Outra dificuldade relatada nas entrevistas foi a escassez de material que as nossas casas não conseguem suprir.

Alguns freelancers e profissionais autônomos, geralmente no início, não têm todos os equipamentos necessários para a prática laboral, como: impressora, um computador eficiente, uma internet de qualidade.

Portanto é aqui que se faz necessário sair de casa e frequentar coworkings e cafés para suprir certas necessidades.

“Não tenho dinheiro para investir em alguns equipamentos que utilizo no meu dia a dia, como impressora e scanner. Isso faz com que eu perca tempo precisando me deslocar para uma lan house para imprimir e escanear documentos. Quando trabalhava em empresas, os equipamentos sempre estavam à minha disposição.”

Flávia Cunha

Trabalhando em casa ou não, a moral da história é que cada indivíduo tem as suas peculiaridades. Todo profissional tem o seu sonho, a sua relação específica e as suas dificuldades ocupacionais, e cabe a você decidir o melhor caminho para a sua própria carreira.

Quando a pandemia passar, com qual das opções você vai ficar? Home office, escritório formal, escritório móvel ou híbrido? Deixe o seu comentário!

Para aqueles que tinham dúvidas com relação ao trabalho home office, esperamos ter solucionado boa parte delas. E para os que se sentiram representados, esperamos que tenha sido revigorante.

Com este texto, também espera-se que você saiba o que é, de fato, trabalhar desde casa, as vantagens e desvantagens que cada pessoa enfrenta.

Lembrou de algum conhecido enquanto lia? Sentiu que o texto pode ser importante para alguém? Então compartilha e vamos aumentar a liberdade de se escolher onde queremos trabalhar e quando.

As entrevistas completas você encontra aqui.

Publicado por Germano Ferreira

Editor-chefe

Um comentário em “A vida do trabalhador home office

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: